quinta-feira, 18 de agosto de 2016

JUSTIÇA RESTRINGE USO DE CARROS DE SOM NA CAMPANHA ELEITORAL



Estiveram reunidos nesta última quarta-feira (17/08) os representantes das coligações JAGUARETAMA CIDADE DE TODOS e COM O POVO RUMO AO NOVO, juntamente com o Juiz Eleitoral Dr. Caio Lima e com o Promotor Público Dr. Igor Caldas. Desta reunião, ficou estabelecido que durante a campanha política, o uso de carro de som estará restrito às carreatas e comícios. Segundo o Dr. Igor, "O efeito do carro de som é mais negativo do que positivo". O vereador Rodolfo Cunha (PTB) discordou da medida e disse: "me sinto preocupado sem  a utilização do carro de som". Já o Juiz Eleitoral reafirmou a medida adotada enfatizando que "a propaganda será mais barata e menos constrangedora para o  cidadão".

Vale destacar às coligações  políticas que  todo e qualquer evento político  que os candidatos forem fazer, deverá ser comunicado à Justiça Eleitoral e ao destacamento de polícia no prazo máximo de antecipação de até 24h. Ficaram cientes os representantes das coligações que a propaganda em muro será permitida, deste que obedecendo a regra de 40cm por 50cm respectivamente. Os comitês poderão utilizar da imagem de seu candidato onde caso vá usar algum banner ou placa, que a mesma tenha no máximo quatro metros quadrados, com o nome da coligação e o número do candidato a prefeito. Com relação a fogos de artifício  só serão permitidos  no dia dos eventos, carreatas, comícios ou caminhadas. Se houver descumprimento do termo de acordo, a coligação pagará multa de R$ 1.000,00 e R$ 5.000,00 no caso de reincidência, alertou o juiz Caio Lima. 

A propaganda no rádio, começará no dia 26 de agosto e será divida em blocos para o candidato majoritário e inserção para a coligação proporcional. O horário será das 7h às 7:10h e das 12h às 12:10hs sendo de segunda a sexta. 

O juiz  reafirmou de qualquer candidato que se sentir ofendido através da internet, pode denunciar que a justiça tomará providências, e acrescentou, "é crime denigrir a imagem das pessoas através  da internet".

Nenhum comentário:

Postar um comentário